SOBRE O PROJETO

Projeto Colheita é o nome adotado para divulgação e marketing do Plano Decenal de Crescimento (2008-2018) da União das Igrejas Evangélicas Congregacionais do Brasil – UIECB. É um projeto que propõe fortalecer a unidade para gerar crescimento, entendendo que cada um tem participação ativa neste processo de multiplicação de igrejas.

O acróstico que segue ajuda a entender  a visão, as estratégias e a meta para a realização do Projeto Colheita.

C omprometer-se com a visão denominacional de crescimento
O rar pelo projeto e pela salvação das almas
L evantar os recursos necessários à execução
H abilitar os crentes para evangelização e discipulado
E xecutar as metas propostas nos fóruns
I nvestir no discipulado dos novos convertidos
T rabalhar unidos por um fim comum
A largar as tendas, triplicar até 2018

PROJETO COLHEITA 001 WOMMAN MARKETING DIGITAL

Logomarca:

Trabalhamos com a idéia de uma árvore, onde os homens, representando os evangelistas e discipuladores vão se multiplicando sempre de dois em dois para fixar a meta de triplicar até 2018. As cabeças representam os frutos colhidos no desenvolvimento do projeto.

Objetivo Geral

Pregar o evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo (Mc 16.15) mostrando ao mundo que a salvação está somente nEle (At 4.12). Promover uma semeadura eficaz da Palavra de Deus para colhermos com abundância.

Mobilizar cada crente, igreja, associação, confederação e todos os departamentos da UIECB para a implantação de mais de 700 novas igrejas congregacionais no período de 10 anos, 2008 a 2018.

Responsabilidades

UIECB

Proporcionar unidade e cooperação entre as igrejas da união facilitando o trabalho missionário e de implantação de igrejas. É responsabilidade também da UIECB cuidar das igrejas, fortalecendo aquelas que se encontram mais enfraquecidas e propor expansão missionária às associações.

DEM

Coordenar a obra missionária congregacional e com isso coordenar também o Projeto Colheita. Sua responsabilidade vai desde ser um facilitador junto às igrejas a agir como uma agência missionária, auxiliando no envio de missionários no Brasil ou transcultural.

ASSOCIAÇÕES

Cabe às Associações apoiarem e motivarem as igrejas da sua região a implantarem novas igrejas. Deverá proporcionar recursos, projetos evangelísticos como pequenos Projetos Nilson Braga, ou Braguinha como nós o temos chamado, e outros afim de ampliarem os territórios alcançados pela associação. A Associação também poderá investir na abertura de novas igrejas em outras áreas ou regiões, conforme a oportunidade.

CONFEDERAÇÕES

As Confederações deverão envolver os seus grupos no Projeto Colheita. Deverão se esforçar por incentivar o treinamento, capacitação e execução de projetos evangelísticos por ocasião de encontros regionais, congressos nacionais e outros que tiverem oportunidade. É bom lembramos que as confederações, que envolvem homens, mulheres, jovens e adolescentes, representam a força motriz das igrejas. É através destes grupos de pessoas que faremos com que as nossas igrejas cresçam e gerem outras igrejas. Portanto, é importante mostrar o papel preponderante de cada um nesta grande colheita.

DEPARTAMENTOS

Os Departamentos da UIECB, DEM, DET, DERP e DAM, são os canais pelos quais a Junta Geral trabalha. Cada um no desenvolvimento de seus papéis, devem se empenhar para proporcionar todos os recursos humanos, práticos e financeiros a fim de se alcançarem as metas propostas. O envolvimento dos diretores, conselheiros e os demais integrantes nos departamentos deverá fazer com que o trabalho da Junta Geral no desenvolvimento e execução do Projeto Colheita tenha ótimos resultados.

Coordenação do Projeto Colheita

Coordenador Geral: Pr. Ialan Jay de Sá Cavalcante
Membros da comissão:
• Pr. Adélio Junior – Região do sul da Bahia
• Pr. Altemar Ribeiro. – Região do norte da Bahia
• Pr. Hilário Bispo – Região centro-oeste do país
• Pr. José Milton – Região norte de Minas Gerais
• Pr. Daysiel Lima – Região norte do Rio de Janeiro
• Pr. Marcos Baião – Região sul do país
• Pr. Aristóteles – Região Norte do país
• Pr. Alexandro Cruz – Região nordeste do país

Ainda fazem parte:
• Secretário Geral da UIECB
• Os presidentes de cada departamento (DEM, DERP, DET, DAM)
• Os presidentes ou seus representantes de cada confederação.
• Cada associação será representada no Projeto na pessoa do seu secretário de missões

Essa comissão tem por finalidade maior promover o Projeto Colheita junto às igrejas e associações, de sorte que todos venham a se engajar nesta grande cruzada evangelística.

Metas Gerais

• Cada Crente Congregacional deverá ganhar e discipular mais duas pessoas para Jesus nos próximos dez anos.

• Cada Igreja Congregacional deverá abrir e/ou emancipar duas congregações nos próximos dez anos.

• Cada Associação Congregacional deverá ajudar a implantar duas novas igrejas na sua região ou em outra, nos próximos dez anos.

• As Confederações (COUAF, CONFEUHEC, COMEC, COUAC) deverão trabalhar para envolver o seu pessoal na divulgação e treinamento para alcançarmos as metas, nos próximos dez anos.

• O DEM deverá trabalhar para emancipar os atuais 44 campos missionários e implantar novos campos, nos próximos dez anos.

• O DET deverá fazer um forte trabalho de despertamento de vocações e criar meios através dos seminários para formarmos mais de 700 pastores, nos próximos dez anos.

• O DERP deverá oferecer material evangelísitico e de qualidade para o treinamento dos membros congregacionais, nos próximos dez anos.

• O DAM deverá criar uma rede de acompanhamento aos pastores e promover cuidados pastorais, visando a unidade e o fortalecimento denominacional nos próximos dez anos.

• A Junta Geral deverá proporcionar a unidade entre as igrejas e envidar máximos esforços para que o projeto colheita seja bem sucedido no decorrer dos 10 anos.

Cronograma da Década de Crescimento

Pilares do Projeto Colheita

A ORAÇÃO – A oração é a chave para o sucesso do Projeto Colheita. Sem orar jamais alcançaremos nossos objetivos.
A UNIDADE – Unidade é resultado de amor e aceitação, precisamos dela para seguir com esse desafio.
INVESTIMENTO – Devemos investir nossas próprias vidas, dedicar nossos filhos, oferecer nossos recursos e bens, consagrar tudo o que somos e temos para realizar a vontade de Deus.
TREINAMENTO – Cabe a todos a nobre missão de buscar maior preparo para dar razão da fé que possuímos. Mais obreiros disponíveis e dispostos. Os seminários preparados para receber novos alunos afim de habilita-lo a Obra do Senhor.
TRABALHO – Não se pode ficar parado, há muito o que fazer, muita terra a ser conquistada para Cristo. Mãos a Obra.

 

1. – GRÁFICO DE DESENVOLVIMENTO DO PROJETO COLHEITA 2. DEFINIÇÃO GRÁFICA 3.DETALHAMENTO O Projeto Colheita tendo como objetivo três ações: (I) NOVOS CRENTES, (II) NOVAS IGREJAS e (III) VOCACIOANDOS. Diante dessas ações perguntamos: Como queremos que essas ações sejam alcançadas? Ou seja, como queremos que Deus nos dê novos crentes, novas igrejas e novos obreiros? É preciso entender que estas ações andam juntas, porém, exigem esforços diversificados. Observe: (I) NOVOS CRENTES Método de alcance: EVANGELIZAÇÃO E DISCIPULADO Entendemos que não existe outro método que Deus nos outorgou para alcançar os seus escolhidos se não for através da evangelização. A evangelização é contato direto do crente com pessoas que necessitam da graça de Deus e de um encontro pessoal com Cristo. É a oportunidade do convite específico ao ouvinte para a conversão. Mas, é preciso reconhecer que essa ferramenta tem sido, através dos anos, esquecida por causa da visão individual ou da liderança da igreja. É preciso incentivar os membros e os pastores ao uso de métodos contemporâneos de evangelização. Porém, não se pode esquecer o DISCIPULADO, pelo qual o novo convertido será firmado na fé professa e preparado para o batismo e serviço do evangelho. Diante disso apresentamos duas vertentes no que se refere a evangelização e discipulado: (A) CONCIENTIZAÇÃO (B) AÇÃO. (A) CONCIENTIZAÇÃO – (1) Promover Conferência Missionária nas Associações Regionais ou a convite das igrejas locais. Essas conferências terão como objetivo influenciar, incentivar, promover o nosso papel na evangelização e no discipulado. (2) O PC (Projeto Colheita) estará divulgando as iniciativas Associações e Igrejas que abraçarem a visão através Jornal O Cristão e do site da UIECB e do PC. (3) Propor às Confederações e Federações ações diretas relacionadas ao tema da Evangelização e do Discipulado. (4) Dispor treinamentos e encontros para conscientização da necessidade das ações. (B) AÇÃO – (1) O PC confeccionará folhetos Evangelísticos para a distribuição e venda (2) Encontro de Vida – Seguindo o modelo do “Minha Esperança Brasil” (Billy Gram), o PC preparará e distribuirá para todas as Igrejas Congregacionais o material de divulgação e realização do Encontro de Vida, marcando o dia para sua realização. Para isso, cabe ao PC a divulgação e treinamento de líderes eclesiásticos que queiram aderir ao projeto. (3) Incentivar e apoiar as Associações e as Federações para realização de Cruzadas, Avanços Missionários e Projetos Evangelísticos em sua região. (4) Oferecer para as igrejas de forma dinâmica e prática técnicas evangelísticas e treinamento para o discipulado. (5) Publicar e divulgar exemplos eficazes de evangelização das igrejas locais como incentivo e modelo para outras em todo o Brasil. II – NOVAS IGREJAS Visa mais a conscientização do que ação. Esta área depende da adesão e compreensão de líderes regionais e locais, que venham se incorporar na visão e proposta do Projeto Colheita. Cabe à Coordenação Nacional o diálogo e apoio constantes. (A) CONCIENTIZAÇÃO – Reunir com as Associações Regionais e com seus líderes para incentivar na realização de Projetos que visem plantio e emancipação de Igrejas. (B) AÇÃO – (1) O Colheita levantará junto com as igrejas informações de quantidade de congregações para serem emancipadas. (2) Levantar um mapa congregacional, para sabermos onde estamos e onde poderemos ir para abrir novos campos. Dar prioridade às grandes cidades (visto que são elas que alcançam as pequenas) das Associações Regionais. (3) Incentivar junto a igreja a adesão ao projeto. Publicar os nomes das igrejas que abraçarem o Projeto Colheita, em revistas e sites denominacionais. (4) Distribuir o Kit Nova Igreja como apoio e incentivo aos novos campos e congregações em todo o espaço nacional. III – NOVAS OBREIROS Visa O DESPERTAMENTO VOCACIONAL. (A) CONCIENTIZAÇÃO – (I) Conscientizar da necessidade de novos pastores e missionários para assumirem as novas igrejas abertas e emancipadas durante o período do Projeto Colheita. (II) Apresentar dados, em parceria com o DAM (Departamento de Atividades Ministeriais) e DEM (Departamento de Evangelização e Missões) dos campos e regiões com maior necessidade de obreiros. (III) Mostrar a realidade atual de nossos seminários e a escassez de vocacionados para o ministério. (B) AÇÃO – (1) Promover encontros e cultos de Vocações junto as Igrejas e Associações. (2) Em parceria com a COUAC (Confederação de Adolescentes Congregacionais) e COMEC (Confederação de Mocidade Evangélica Congregacional) ir as regiões mais distantes para realização de Encontros de Vocacionados. (3) Incentivar a matrícula de novos alunos nos seminários denominacionais do Rio de Janeiro e de Recife. Estamos revisando tudo isto para propor um tempo de reflexão quanto aos próximos anos. Queremos reunir as Igrejas, Associações, Confederações e Departamentos da UIECB para discutirmos, avaliarmos e trabalhar nos próximos três anos para concretizar os desafios que o Senhor tem proposto a nossa denominação. Você e sua Igreja podem contribuir muito neste processo. Reserve o final de semana de 01 de Maio para este encontro. Tanto apresentaremos a proposta para o Encontro de Vida de 2105, quanto refletiremos sobre os caminhos para nós até 2018. Acredite! Una-se! Prepare-se. Miss. Mirtes Elaine Ferreira dos Santos Coordenadora Nacional do Projeto Colheita

Imprimir em PDF: Clique aqui...